Categorias

26 de jun de 2017

(TW) Homicídio


Essa é uma daquelas coisas que a gente só conta pra quem a gente confia. Eu não sei de onde eu tirei a força pra publicar isso agora. É que a vontade não veio da força, esse impulso é do meu eu mais fraco. Com tamanha fraqueza eu consegui me arrastar até aqui e confessar algo que você só diria ao padre ou à única pessoa com quem você pode ser você mesmo. E eu estou me expondo aqui como se eu não tivesse valor algum. Não que eu tenha vergonha de minhas emoções, eu sei o que eu passei e eu sei que o meu ódio é legítimo. Acontece que você irá me julgar e me encarar até eu acreditar que jesus está decepcionado comigo. Pq devemos honrar nosso pai, mesmo que ele te torture fisicamente e psicologicamente. Pq devemos perdoar nosso pai e amá-lo, mesmo que ele seja um serial killer. No dia de minha morte eu devo lhe agradecer por todos os estupros à minha mãe e agora por me livrar desse mundo. Só de pensar nessas coisas eu sinto um arrepio, uma náusea e vontade de morrer.
Meu ex namorado estava fodendo com a minha mente quando eu e minha família corríamos risco de vida, então ele sabe muito bem o que eu passava em casa e, de maneira nada surpreendente, me deixava trilhões de vezes pior ao dizer coisas positivas sobre meu pai, e contar ao meu pai intimidades de nosso relacionamento.

Eu sigo uma religião que acredita em magia. Sou uma feiticeira que faz pedidos aos espíritos da natureza. E também acredito que tudo acontece com a permissão Divina, pq eu não acredito em diabo. Essas pessoas que acreditam no diabo dizem que meu Deus é o diabo e queimaram meus antepassados nas fogueiras. Mas o que eles dizem não é no que eu acredito.

Se me perguntarem "mas você nunca sentiu a presença do mal?" Eu direi que eu já vi o mal. E sempre que me olho no espelho eu me lembro dele, porque eu me pareço com ele. Eu vivi com o diabo por anos. Um dia eu cheguei ao fundo do poço. E comecei a me apegar às orações. Eu orava para Deus me salvar, eu pedia para que ele não voltasse mais para casa e agradecia a cada dia em que eu sobrevivia.

Ele tinha outro relacionamento, ele tinha outras ficantes e pretendentes, ele estava trabalhando ativamente na milícia torturando e matando pobre, ele tinha cúmplices para golpes milionários. Matou a família da minha mãe para que ela recebesse a pensão de minha avó e controlava todo esse dinheiro, deixava as filhas passando fome, negligenciava o mínimo, por ganancia. Não satisfeito matou sua própria tia avó que também recebia pensão. Ela morava no interior e por alguma razão meu pai conseguia sacar dinheiro da sua conta mesmo após sua morte. Matou também o vendedor com o qual comprou seu corolla, e vendeu os carros dele. Preciso comentar que ele torturava as pessoas até conseguir todos os documentos e senhas de bancos antes de matar? E finalmente ele matou o gringo, na esperança de ficar com a casa dele e ter muita grana depois disso.


Eu pedi a Deus para fazer o que fosse mas que me livrasse dele. Ele poderia simplesmente desistir de nós e seguir em frente com seus assassinatos. Ele poderia ser morto por outros bandidos. Ele poderia ser preso. Ele poderia sofrer um acidente de carro, pois dirigia drogado. Sim eu pensava nele morrendo. Ele também pensava em mim morrendo. Eu pensava nele morrendo, eu não me sentiria triste se ele morresse, é verdade. Ele tentava me matar sempre que queria, eu só fantasiava em minha cabeça doentia. Se ele morresse, ele sumiria e tudo isso ficaria para trás. Eu não ia precisar fazer nada, resolver nada, eu só iria no enterro e me sentiria aliviada, eu confesso... Aliviada por saber que ele não mataria mais ninguém. Graças aos Deuses ele foi preso. Espero que ele nunca saia da cadeia! Que ele morra lá!

Eu falei sobre sentimentos muito íntimos, e agora me sinto exposta, vulnerável, julgada... Eu fui a vítima mas não me sinto assim. Porque meu ex desde que terminei vem atrás de mim inúmeras vezes me mandar mensagens dizendo o quanto sou má por ter desejado mal ao meu pai, e espalhou pra todo mundo que me conhece, mas que não sabe porra nenhuma da minha vida, que eu desejei a morte do meu próprio pai. Ele diz que eu sou uma bruxa do diabo, e que por isso ele tem risco de vida também, porque eu vou fazer magia negra contra a vida dele. Ele avisa a todos, tomem cuidado com a bruxa má. Se eu morasse nos EUA, eu poderia assistir a execução do meu pai. Mas como eu moro aqui onde as pessoas acreditam em tudo que um macho fala (mesmo que ele seja cheirador e estuprador), estou sendo difamada.

Se você acredita em Jesus, pq você está me julgando?
Como você consegue ter pena dele, sem dó de mim?

Eu me sinto tão exausta por isso
Eu me sinto tão exausta por isso
Eu me sinto tão exausta por isso
EXXAAUSTAAA

 Ninguém esta em minha pele
Ninguém passou pelo que eu passei

Eu só quero quem sabe um dia
Poder ter uma vida que seja minha

Nenhum comentário:

Postar um comentário