Categorias

17 de mai de 2017

Eu namorei com ele

Mas namoraria com o primeiro que quisesse.


Foi ele.

O primeiro que quis me arrastar pelos cabelos para seu mundo de drogas e sofrimento.

Mas poderia ter sido qualquer um.

Entre os vários homens que eu estava paquerando ou dando.

E eu acho que ele pensou que fosse o único em quem eu pensava.

Na verdade eu nem pensava nele.

Mas ele me mandava mensagem e me chamava pra sair.

Aí eu ia, e eu dava pra ele, e se ele dissesse que estava apaixonado por mim eu achava a coisa mais linda do mundo.

Normalmente eu não ouvia nem um "você é gostosa".

E eu estava vulnerável.

Eu sentia que precisava de alguém pra me salvar.

Um grande amor.

Eu achava que todos os meus amigos poderiam ser o meu grande amor.

O que era difícil era alguém que me quisesse...

Eu achava que eu era o problema.

Eu sentia abstinência sexual.

Mas não tinha ninguém certo pra transar.

A primeira pessoa que me dissesse:

"Eu te quero. Vamos nos ver todos os dias, vamos transar sempre que a gente se ver, eu vou te dar atenção e carinho, vou te beijar, vou te chupar, vou te pagar drogas e saídas, vou te ajudar a superar seus medos e problemas com seu pai, vou trabalhar e te dar uma casa, nós vamos construir uma família juntos e meu objetivo é te fazer feliz."

Eu acreditaria.

Mesmo que eu tenha conhecido ele a menos de um mês.

Eu acreditei em todas as suas mentiras e quando eu notei já estava vivendo uma vida que eu não suporto e continuava infeliz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário