9 de mai de 2016

Lixo Doméstico - Solucione esse problema na sua casa


       Ao comprar um produto, qualquer que seja, que gere um tipo qualquer de lixo (plástico, papel, vidro, etc.), as pessoas se iludem com o “descartável” pensando que apenas compraram o que vem dentro da embalagem. A embalagem é só jogar no lixo.

       O problema está exatamente aí. No ato de DESCARTAR muito lixo.

       Mas o lixo que você produz é seu.

       Por isso, cuide para que seu destino seja o correto!

       Continue lendo, saiba tudo sobre lixo reciclável e faça a diferença!


Onde está o problema?


> Uma pessoa produz cerca de 1kg de lixo por dia.
Acredita-se que 90% deste lixo segue caminhos prejudiciais ao homem; Como:

• Inundações nas cidades

Acompanhadas de problemas para a saúde pública.

• Doenças relacionadas ao lixo

Cisticercose, cólera, febre tifoide, dengue, leishemaniose, toxoplasmose e inumeres outras.

• Problemas sanitários

Poluição de mananciais, contaminação do ar, assoriamentos, presença de vetores e outros.

• O gás metano

Produzido pela fermentação da matéria orgânica, contribui para o aumento do efeito estufa, agravando os problemas relacionados ao aquecimento global.

Faça sua parte
com pequenas mudanças no seu dia a dia 


 1. Diminua a quantidade. 

       Procure comprar produtos que gerem menos lixo ou que simplesmente não gerem nenhum lixo. Opte por ao invés de comprar 1kg de açucar, comprar 5kgs por exemplo. Ou a ir até aquelas lojas que vendem a granel e levar seu próprio pote de vidro. Outra solução também é deixar algumas embalagens, sacos, etc, na loja que você compra.

2. Se informe sobre o destino do lixo em sua cidade. 

       Entre em contato com a prefeitura da sua cidade ou procuse se informar como for. Verifique se o destino do lixo doméstico está correto e se o local está dentro das leis. Se não estiver, denuncie!
       Verifique também se sua cidade possui o programa de Coleta Seletiva e se o mesmo funciona.

3. Separe seu lixo. E cuide do seu destino. 

       Procure separar seu lixo. Mas lembre-se: de nada adianta separar e depois colocar na rua para o caminhão levar. Ele será jogado no mesmo lugar que qualquer outro lixo.

       Minha sugestão é lavar todo o lixo reciclável que você gerar e separar em latas ou sacos diferentes. Então procure conhecer algum catador e converse com ele um dia da semana para ele retirar o lixo. Assim você vai ter a certeza que o catador vai reciclar esse lixo – mesmo que seja para beber.

       Na minha opinião essa é a melhor solução. A segunda opção é procurar por Pontos de Coleta Seletiva. Mas fique de olho, sua coleta leva a outro local ou vai para o mesmo lixão?

• Clique aqui e veja todos os Pontos de Entrega Voluntária para reciclar no Brasil!


4. E último. Procure Reutilizar seu lixo. 

       Encontre reutilizações para seus lixos. Aqui nesse blog existem várias opções que você pode dar uma lida depois de como reutilizar alguns objetos como filtros de papel, garrafas pets, etc.


       Nossas ações são as exteriorizações de nossas vontades.

       Temos que dar o primeiro passo para mudar o mundo!

       RECICLAR É PRECISO!

       Leia também:

Como Frear o Impacto Ambiental - O Guia Absolutamente Completo


2 comentários:

  1. Quando se pensa em saúde, é impossível não se preocupar com o meio ambiente, pois qualquer descuido, além de ser cruel, também estará sendo auto destrutivo, pois somos nós que nos afetamos. Por isso é extremamente importante essa preocupação, muito bom para conscientizar as pessoas, adorei o artigo.

    ResponderExcluir
  2. São lindas palavras! Afinal, a natureza é nosso lar, e o lixo mais uma criação supérflua do homem. Então por que não mudarmos a trajetória consumista dos homens? Façamos a diferença. Ou melhor, consertamos aquilo que nós mesmos destruímos.

    ResponderExcluir