19 de mai de 2016

Auto-conhecimento: Que voz é essa?


       Encontrar sua voz interior não é um fim, é um processo, encontrar um estado, uma maneira de ser, encontrar a sua maneira de ser, a sua forma mais pura.

       Buscamos ser melhores no trabalho, na saúde, nos nossos relacionamentos. Tudo isso que buscamos, na verdade estamos querendo conhecer melhor a nós mesmos.

       Todo processo de caminhar na vida é um processo de autoconhecimento direta ou indiretamente. Esse processo é o caminho para fazermos conexão com a nossa alma. Ouvindo a nossa voz interior podemos tomar as melhores decisões no nosso dia-a-dia.

       Quantas vezes você já quis conquistar algo e isso ficou somente no desejo?


       E como se conhecer vai te ajudar a sair desse ciclo vicioso? Você precisa saber:

1º - O que te paralisa
2º - Quais os passos você tem que dar hoje para a mudança ocorrer num período de tempo
3º - Como ter forças para dar os passos na direção certa!

       Nós somos seres condicionados por crenças e programações, sofremos influência do nosso inconsciente pessoal e coletivo, que nos levam a lugares que não necessariamente é onde queremos chegar. Muitas vezes somos guiados para o que é o comum na nossa família, para o que é o “normal” para a sociedade. Os fatos se repetem na nossa vida na tentativa de serem “vistos” por nós para que possamos parar e tomar as rédeas, sair da sina familiar e colocar a nossa vida no eixo do nosso eu, daquilo que realmente queremos.


       Hoje, se você se sente muitas vezes fraco e se cobra por não ter forças, por não ter disciplina, sentir medo, insegurança e até preguiça em alguns momentos, ACALME-SE - isso tudo faz parte do processo.

       Você não precisa viver dessa forma. Existe O QUE TE MOVE e O QUE TE PARALISA. O que te paralisa serve para te gerar um incomodo tão grande que seu desejo é sair dali, mesmo não sabendo para onde ir.

       E isso é ótimo!

       Pois o próximo passo, para sair dessa paralisia, será se conectar com o Divino. Com a espiritualidade QUE TE MOVE.

     > Baixe este artigo grátis e leia mais sobre condicionamento humano e religiosidade.


Fonte de consulta: Jung na prática

2 comentários:

  1. Parabéns pelo blog! É uma bela iniciativa. Estou gostando muito. Aproveito também para sugerir um tema que está (felizmente) ganhando cada vez mais visibilidade atualmente: identidade de gênero.

    ResponderExcluir
  2. Sábias palavras e bons ensinamentos!

    ResponderExcluir