Categorias

3 de jul de 2017

Eu não sei como eu fazia para sobreviver...


Veja só
Nós nos conhecemos
Sem nem nos conhecer
E já nos agarramos
Que carência
Não sabia meus segredos
Eu não sabia de seus vícios
Idealizou alguém que eu não seria
Foi aí que errou!

Você entrou na minha vida
Que estava sem controle
Sério, não suspeitava
Que eu fosse louca?
Estou suja do que a água nunca lavou
Tentando recuperar a sanidade
Que você levou
Com tudo que roubou
Nós vamos

Nós nos conhecemos
E nos apaixonamos
Mas era incrível
Eu sempre me sentia só
Quando eu chorava você desligava
Eu ficava na fila da espera
Entre as amantes e a cocaína
Quanto desdém!
Não tínhamos diálogo
Eu parecia a sua mãe
Eu queria ser como antes
A Alegria
Que você levou
Com tudo que roubou
Nós vamos abaixo

Vamos abaixo
Vamos abaixo
Vamos abaixo
Somos um monte de bosta

Eu tentei
Eu tentei

Nós dançamos sozinhos à canção da morte
Amaremos de novo, riremos de novo
E é melhor desse jeito

Nunca mais, nunca mais
Quero perder a cabeça
E brigar com um homem

Nunca mais, nunca mais
Quero desejar te matar
Me sentir uma prostituta

Bem, eu tentei
Todas as noites
Todas as noites
Bem, eu estou rindo, chorando, rindo alto
Porque eu tentei, mas eu menti

Eu tentei
Eu tentei
Eu tentei
Eu

Amaremos de novo, nós riremos de novo,
Choraremos de novo e dançaremos de novo
E é melhor desse jeito
Tão melhor desse jeito
Não consigo limpar o sangue dos meus lençóis

Nunca mais, nunca mais
Não merecemos mais sofrer
Chega

 

26 de jun de 2017

(TW) Homicídio


Essa é uma daquelas coisas que a gente só conta pra quem a gente confia. Eu não sei de onde eu tirei a força pra publicar isso agora. É que a vontade não veio da força, esse impulso é do meu eu mais fraco. Com tamanha fraqueza eu consegui me arrastar até aqui e confessar algo que você só diria ao padre ou à única pessoa com quem você pode ser você mesmo. E eu estou me expondo aqui como se eu não tivesse valor algum. Não que eu tenha vergonha de minhas emoções, eu sei o que eu passei e eu sei que o meu ódio é legítimo. Acontece que você irá me julgar e me encarar até eu acreditar que jesus está decepcionado comigo. Pq devemos honrar nosso pai, mesmo que ele te torture fisicamente e psicologicamente. Pq devemos perdoar nosso pai e amá-lo, mesmo que ele seja um serial killer. No dia de minha morte eu devo lhe agradecer por todos os estupros à minha mãe e agora por me livrar desse mundo. Só de pensar nessas coisas eu sinto um arrepio, uma náusea e vontade de morrer.
Meu ex namorado estava fodendo com a minha mente quando eu e minha família corríamos risco de vida, então ele sabe muito bem o que eu passava em casa e, de maneira nada surpreendente, me deixava trilhões de vezes pior ao dizer coisas positivas sobre meu pai, e contar ao meu pai intimidades de nosso relacionamento.

Eu sigo uma religião que acredita em magia. Sou uma feiticeira que faz pedidos aos espíritos da natureza. E também acredito que tudo acontece com a permissão Divina, pq eu não acredito em diabo. Essas pessoas que acreditam no diabo dizem que meu Deus é o diabo e queimaram meus antepassados nas fogueiras. Mas o que eles dizem não é no que eu acredito.

Se me perguntarem "mas você nunca sentiu a presença do mal?" Eu direi que eu já vi o mal. E sempre que me olho no espelho eu me lembro dele, porque eu me pareço com ele. Eu vivi com o diabo por anos. Um dia eu cheguei ao fundo do poço. E comecei a me apegar às orações. Eu orava para Deus me salvar, eu pedia para que ele não voltasse mais para casa e agradecia a cada dia em que eu sobrevivia.

Ele tinha outro relacionamento, ele tinha outras ficantes e pretendentes, ele estava trabalhando ativamente na milícia torturando e matando pobre, ele tinha cúmplices para golpes milionários. Matou a família da minha mãe para que ela recebesse a pensão de minha avó e controlava todo esse dinheiro, deixava as filhas passando fome, negligenciava o mínimo, por ganancia. Não satisfeito matou sua própria tia avó que também recebia pensão. Ela morava no interior e por alguma razão meu pai conseguia sacar dinheiro da sua conta mesmo após sua morte. Matou também o vendedor com o qual comprou seu corolla, e vendeu os carros dele. Preciso comentar que ele torturava as pessoas até conseguir todos os documentos e senhas de bancos antes de matar? E finalmente ele matou o gringo, na esperança de ficar com a casa dele e ter muita grana depois disso.


Eu pedi a Deus para fazer o que fosse mas que me livrasse dele. Ele poderia simplesmente desistir de nós e seguir em frente com seus assassinatos. Ele poderia ser morto por outros bandidos. Ele poderia ser preso. Ele poderia sofrer um acidente de carro, pois dirigia drogado. Sim eu pensava nele morrendo. Ele também pensava em mim morrendo. Eu pensava nele morrendo, eu não me sentiria triste se ele morresse, é verdade. Ele tentava me matar sempre que queria, eu só fantasiava em minha cabeça doentia. Se ele morresse, ele sumiria e tudo isso ficaria para trás. Eu não ia precisar fazer nada, resolver nada, eu só iria no enterro e me sentiria aliviada, eu confesso... Aliviada por saber que ele não mataria mais ninguém. Graças aos Deuses ele foi preso. Espero que ele nunca saia da cadeia! Que ele morra lá!

Eu falei sobre sentimentos muito íntimos, e agora me sinto exposta, vulnerável, julgada... Eu fui a vítima mas não me sinto assim. Porque meu ex desde que terminei vem atrás de mim inúmeras vezes me mandar mensagens dizendo o quanto sou má por ter desejado mal ao meu pai, e espalhou pra todo mundo que me conhece, mas que não sabe porra nenhuma da minha vida, que eu desejei a morte do meu próprio pai. Ele diz que eu sou uma bruxa do diabo, e que por isso ele tem risco de vida também, porque eu vou fazer magia negra contra a vida dele. Ele avisa a todos, tomem cuidado com a bruxa má. Se eu morasse nos EUA, eu poderia assistir a execução do meu pai. Mas como eu moro aqui onde as pessoas acreditam em tudo que um macho fala (mesmo que ele seja cheirador e estuprador), estou sendo difamada.

Se você acredita em Jesus, pq você está me julgando?
Como você consegue ter pena dele, sem dó de mim?

Eu me sinto tão exausta por isso
Eu me sinto tão exausta por isso
Eu me sinto tão exausta por isso
EXXAAUSTAAA

 Ninguém esta em minha pele
Ninguém passou pelo que eu passei

Eu só quero quem sabe um dia
Poder ter uma vida que seja minha

24 de jun de 2017

Ele conta o seu lado da história como uma poesia

Não posso dizer o que realmente é
Só posso dizer como é a sensação
E agora há uma faca de aço
Na minha traqueia
Não consigo respirar, mas ainda luto
Enquanto puder lutar
Desde que o errado pareça certo
É como se eu estivesse em voo

Dopado de amor
Bêbado do meu ódio
É como se eu estivesse cheirando tinta
E eu adoro, quanto mais eu sofro
Eu me sufoco e assim
Que estou prestes a me afogar
Ela me ressuscita
Ela me odeia pra caralho
E eu adoro isso, espere

Ele: - Aonde você vai?
Ela: - Estou deixando você
Ele: - Não, não está Volte aqui!

Estamos correndo de volta
Aqui vamos nós outra vez
É tão insano
Porque quando está bom
Está ótimo
Eu sou o Super-Homem
Com o vento em suas costas
Ela é a Lois Lane

Mas quando está ruim
Está horrível
Sinto tanta vergonha
Eu enlouqueço
Quem é esse cara?
Eu nem sei o nome dele
Eu desci o braço nela
Eu nunca vou me rebaixar tanto de novo
Acho que desconheço a minha própria força

Você já amou tanto uma pessoa
Que você mal consegue respirar?
Quando você está com ela, vocês se encontram
E nem um de vocês faz ideia do que os atingiu
Estou com aquela sensação aconchegante
Sim, os arrepios
Eu costumava tê-los

Agora você está ficando de saco cheio
De olhar para ela
Você jurou que nunca bateria nela
Nunca faria nada para prejudicá-la
Agora vocês estão de cara a cara
Cuspindo veneno e estas palavras
Quando você as cospe, você empurra
E puxam o cabelo um do outro

Arranha, garras, morde ela
Atira ela no chão
Segura ela no chão
Completamente perdidos nos momentos
Quando você está neles
É o ódio que toma conta
Controla vocês dois
Então ela diz que é melhor
Cada um ir para o seu lado

Acho que ela não conhece você até hoje
Isso foi ontem
Ontem acabou
É um dia diferente
Você parece uma vitrola quebrada
Tocando a mesma coisa

22 de jun de 2017

Eu demorei muito tempo para ver a luz


Hoje eu sei que até essa cegueira faz parte de um relacionamento abusivo. Eu demorei muito para entender que eu não era obrigada a transar com ele.

Depois que os pais dele o expulsaram de casa de novo eu me senti mais pressionada. Foi nessa época que eu comecei a me sentir como a mãe dele pq ele foi morar na casa que seu pai estava construindo, que não tinha banheiro ainda mas tinha televisão e sofá e um filtro de barro. Não era tão ruim ter um lugar para dormir e cheirar a vontade. Eu sei que ele teve as suas dificuldades, mas a história dele é problema dele, por muito tempo eu vivi assim, tentando me convencer de que eu era um anjo e tinha o poder de tirá-lo daquela vida. Eu realmente acreditava que ele ia largar as drogas por mim. Que as coisas que ele me dizia eram mentiras e aquilo tudo iria passar. 

Então eu o perdoava novamente não importa quantas vezes ele abrisse minha gaveta de calcinhas pra roubar meu dinheiro pra cocaína. E eu continuava trabalhando pra arrumar grana e pegando todo dinheiro que meu maldito pai me dava pra comprar camisinhas, calcinhas e anticoncepcional, pra comprar alimentos para ele que não tinha aonde cair morto. Quando todos de sua família e seus amigos viraram as costas, fui eu quem o ajudei. E só não dei o que eu realmente não pude. Porque até a minha alma já era dele.

Eu já estava acostumada a aceitar as piores coisas que podiam me acontecer e sinceramente, em comparação com os problemas que eu estava enfrentando em casa, o que eu passava nesse relacionamento era tão ínfimo que eu continuei e tentei e tentei de novo todas as noites, eu tinha uma esperança utópica que graças a Deus um dia cessou. Toda energia que eu tinha era movida pela loucura. Pela ilusão doentia de que amor é isso. A aceitação de minha infelicidade, mas isso não era tudo. Se eu não tivesse visto a luz e conseguido finalmente terminar com ele, eu provavelmente me mataria.

9 de jun de 2017

Pesadelo


Tava na pior, tava perdida quando você chegou.
Tudo escuro na minha vida, sempre de mau humor.
Mas eu sabia que aquilo tudo era fase.
E quando eu tava saindo você se aproximou.

Eu tava mal, mas no meu canto eu não corria risco.
Trocando lágrimas velhas por que era preciso
Você chegou botou moral e um tosco sorriso
Uma lábia filha da puta,caí de submissão

Como criança segurei bem firme na sua mão
Mas você me soltou e eu cai de joelhos no chão
Atravessar sozinha a rua seria tão simples.
Agora estou aqui e os carros em minha direção

Pensei que enxergava o mundo, mas estava cega.
As portas todas fechadas e eu as vendo abertas.
Eu desfrutava o tempo livremente sem pensar,
E de repente eu vi a minha vida paralisar

Não vejo por que te escutar
O erro é ter medo de errar
Quem é você pra me dizer
Onde devo pisar

23 de mai de 2017

Desdém


Sempre pareceu que era eu que queria ter demais. Ele sumia por dias, e quando reaparecia eu não conseguia dizer nada. Nunca soube lidar bem com meus sentimentos, passava pelos dias resolvendo meus problemas familiares sozinha, era como se eu fosse solteira e não tivesse ninguém com quem contar, um companheiro. Inclusive, eu ligava pra polícia, os vizinhos todos sabiam que meu pai agrediu minha mãe de novo, mas ele só ia ter ideia dois dias depois. Se eu me machucasse e precisasse da ajuda de alguém eu teria que pedir a um desconhecido qualquer - ele me afastou de todos os meus amigos e também não estava ali quando eu precisava. Não, ele não trabalhava, sempre foi desempregado - por isso precisava me roubar pra manter os vícios.

Eu queria alguém que deitasse comigo e me tocasse, me desse um carinho, um pouco de atenção. Alguém que simplesmente fique do meu lado pq me ama, e se sinta tão bem por estar comigo quanto eu.

Ele só dizia: - Eu estava dormindo. - Eu estava cheirando. - Fui ver os amigos.

E quando aparecia, eu colocava o salto alto e íamos pra rua. Pra ele ver os amigos, pra beber, fumar, cheirar, banguear, tudo que ele gostava - mas eu não. Quando me levou pra festa de rua perto de sua casa, viu uma garota e se escondeu. Demorei pra perceber que ele tava se escondendo de alguém, pq eu estava chapada. Só me toquei quando ela veio em nossa direção e ele fez a cara de quem viu um fantasma. Eles se falaram, beijinho na bochecha, "como você está?" O clima estava tenso e ela não falou comigo, só lançou aquele olhar do qual eu já me cansei e acostumei - é rotineiro me julgarem por minha aparência. Acho que a essa altura o leitor já se tocou do mesmo que eu - que eles tinham um caso.

Um dia ele me levou para um Motel. O mesmo sexo ruim. Ele deitou-se ao meu lado e foi trocar mensagens com a "namoradinha" do melhor amigo. Mensagens carinhosas (pq não pra mim? pq comigo é sempre tão rude e promíscuo e com ela você é doce?). E ele confirma que irá buscá-la na saída da escola de novo amanhã. Eu não sei o quanto você é ingênuo, leitor, mas para mim estava claro como a luz do dia que eles tinham interesse um pelo outro.

Sua melhor amiga que me chamava de ciumenta possessiva, gostava de conversar com ele sobre yaoi. Ela já soltou umas piadas para o namorado dela e meu ex - que eles podiam se pegar, são fofos juntos, sempre brincando. Um dia eles beberam juntos e ela falou algo que hoje já não me lembro bem o que foi, mas insinuava um ménage.

Deve ser realmente difícil ter tempo para mais de uma mulher.

A esperança é o que destrói a alma. Como eu acreditava que tudo ia mudar num passe de mágica? E eu achava que o problema era comigo. Que eu estava fora de moda. Se eu não tivesse ele eu não teria mais ninguém. Eu sentia tanto medo da solidão, eu tinha tanto medo de morrer e ninguém ficar sabendo até os vizinhos sentirem um cheiro pútrido. Não sei pq eu tinha medo disso, eu já estaria morta afinal. Mas todos queremos que alguém lamente por nós no final.

"Só fique aí parado e me veja queimar
Tudo bem
Porque eu gosto de como dói
Só fique aí parado e me ouça chorar
Tudo bem
Porque eu adoro como você mente"


Eu me perdoei por errar. Eu me perdoei por ter insistido tanto tempo. Eu estou de bem comigo mesma e eu me perdoei por todos os meus erros. Afinal, o que esperar de uma depressiva psicótica que se corta? O que poderia superar a dor de viver com meu pai? E com isso eu carreguei um relacionamento abusivo por tanto tempo, eu estava tão vulnerável e ele se aproveitou de minha fragilidade de todas as formas possíveis. Eu não quero saber se ele é doente também, ele não devia fazer isso comigo. Nada justifica o que ele fez a mim.

21 de mai de 2017

Eu vivi em Marte (tw estupro)


Eu era uma garota diferente
Eu tinha uma queda por astronautas
Eu era o tipo de garota que sempre gostou muito de brincar
Eu era uma garota inocente, mas o papai aguçou meu apetite
Eu era o tipo de garota que sempre gostou de cair aos pedaços

Eu era uma acrobata
Mas ainda assim eu não conseguia respirar
Eu estava me tornando tudo o que eu não queria ser
Eu passei a alucinar e ver o céu no topo da parede
Eu era o tipo de garota que sempre gostou de voar

Diga-me, você viu meu rosto?
Diga-me, você sentiu o meu gosto?
Então me diga, qual é a diferença?
Não somos todas parecidas por dentro?

Ele diz: - Você está me ouvindo? Você está dormindo?
Ela diz: - Você vai me estuprar agora?

Ele diz: - Deixe as regras para os homens loucos.
Ela diz: - Eu acredito em suas mentiras.

Ele diz: - Melhor você rezar para Jesus.
Ela diz: - Eu não acredito em Deus.